Associados da CELPA partilham com técnicos a sua experiência na gestão de eucaliptais

20 técnicos de autarquias, associações florestais e empresas estiveram nos dias 10, 11 e 17 de Maio em Mortágua numa acção promovida pela CELPA – Associação da Indústria Papeleira, e que contou com o apoio da Câmara Municipal de Mortágua.

Técnicos da área florestal do Grupo Altri e do The Navigator Company, dois dos associados da CELPA, tiveram a oportunidade de partilhar as melhores práticas que as empresas têm utilizado na gestão dos seus povoamentos de eucaliptos.

A CELPA está a promover várias acções com o objectivo de informar técnicos, produtores e proprietários de eucaliptais sobre as melhores práticas na gestão de povoamentos, estando neste momento previstas em calendário outras duas acções em Junho para os associados da Abastena (Sociedade Abastecedora de Madeiras)  e da Unimadeiras (Produção, Comércio e Exploração Florestal), respectivamente em Pombal (Leiria) e na Figueira da Foz (Coimbra).

Todos os eventos estão inseridos no Projecto Melhor Eucalipto, cujo objectivo é a partilha de boas práticas na gestão do eucaliptal português.

A acção de Mortágua, que decorreu na Biblioteca Municipal, teve a participação de Júlio Norte, Presidente da Câmara Municipal de Mortágua, que deu as boas vindas aos participantes e destacou a importância da fileira do eucalipto para a região.

No dia 10 de Maio, partilharam as suas experiências Clara Araújo, da Altri Florestal (Grupo Altri), que falou sobre o RJAAR (Regime jurídico aplicável às acções de arborização e rearborização); e, ainda, João Melo Bandeira (The Navigator Company) e João Reis (Altri Florestal), que elaboraram um “passo a passo” para a instalação de povoamentos.

A 11 de Maio, Clara Araújo voltou a participar para partilhar a experiência da Altri Florestal na nutrição florestal. E Carlos Valente, do RAIZ (The Navigator Company), enumerou as boas práticas na identificação e controlo de pragas, como o gorgulho do eucalipto.

José Rafael, do RAIZ (The Navigator Company), foi o orador da formação de 17 de Maio. O tema da sua apresentação era a Manutenção de Povoamentos, em que se incluía a adubação. José Rafael deu a conhecer as melhores técnicas e alturas para se adubar, assim como a fase de desenvolvimento em que as árvores devem estar e onde se deve colocar o adubo.

O responsável do RAIZ abordou ainda o tema do controlo de vegetação espontânea – um trabalho que dificulta, por exemplo, a propagação de incêndios – e deixou um conselho a quem gere um eucaliptal: caracterizar o solo e o clima da propriedade é o primeiro passo para o sucesso, pois permite definir com precisão as operações necessárias para uma boa gestão.

Pormenores que importam na gestão de um eucaliptal.

A partilha de conhecimentos aconteceu não só em teoria, mas também na prática, com a visita ao campo dos participantes.

No primeiro e segundo dia, a visita de campo foi em Mortágua (Viseu). No dia 17 de Maio, os participantes tiveram a oportunidade de ir a um eucaliptal gerido pela The Navigator Company numa aldeia perto de Góis (Coimbra) e observar as diferenças entre os métodos de tratamento do mato.

A CELPA agradece a todos os participantes e oradores.

Descarregue o material apresentado na acção de informação aqui.

Para ver a lista de organizações que participaram na acção, siga este link: Participantes Mortágua

 

 

 

 

Cofinanciado por:PDR PT2020 FEADER